X Fechar

BLOG

O NOVO VAREJO PEDE ATITUDE!

Como diretor comercial de uma marca masculina jovem como a Booq, não poderia deixar de aceitar o convite de trazer para este blog um pouco de minha experiência e vivência nesta área. Contarei como os desafios do mercado e do trabalho aqui realizado tem me rejuvenescido e me ajudado a ser melhor os dias. Me chamo Everton Soares, sou apaixonado por vendas e por servir a nossos clientes nos mínimos detalhes, por esse motivo decidi no meu primeiro texto falar justamente a vocês, clientes da Booq! Espero que contribua, que os faça refletir.

A experiência nos ensina que o sucesso depende de maleabilidade para lidar com o NOVO. O profissional que "estacionar" certamente sucumbirá. Essa simples constatação também se aplica ao varejo de moda.

Interessante observar que, enquanto em algumas lojas há otimismo e negócios fluindo, noutras há nuvens negras e preocupações, carregando o ambiente de pessimismo. A diferença é clara, mentes abertas e futuristas a frente destes negócios.

Evidente que não estou aqui levantando a bandeira do otimismo desmedido, mas uma reflexão sobre a necessidade da ATITUDE POSITIVA. A atitude será a responsável pela MUDANÇA. Usarei minha experiência com moda masculina para exemplificar.

O HOMEM MUDOU!

Ele está mais vaidoso, antenado e exigente.

Esse novo homem está querendo ver seu ego, agora aflorado, atendido em alta escala. Muitas lojas de moda masculina necessitam entender esse novo perfil e se reinventar, antes que seja tarde. Falando do universo masculina, até as antigas barbearias deram lugar aos “BarberShop”, verdadeiros SPA´s masculinos, recuperando seu lugar ao sol. Barbearias com belas vitrines e com venda de produtos diversificados. Verdadeiros espaços para o homem, com mesas de sinuca, bebidas e petiscos... um lugar para se dar um trato na ALMA.

Muitas multimarcas ainda não se deram conta que o homem moderno quer encontrar um local onde se sinta bem, onde relaxe, passando a consumir com tranquilidade e prazer, sem sentimento de culpa. O que o fará voltar e com amigos. Então, caro lojista de moda masculina, pense em:

- Trazer um barber e/ou um tatuador para sua loja. O conceito de coworking pode ser aplicado dentro de seus negócios;

- Inovar através de benefícios que o destaque da concorrência;

- Oferecer degustações de bebidas artesanais e de produtos de interesse masculino;

- Fazer coquetéis e por osmose, venda;

- Trazer ou promover shows com atrações locais ou nacionais, aumentando o trafego de clientes independente do fluxo externo;

- Transformar seu espaço interno e sua decoração.

- Levar sua loja até seus clientes. Ressuscitar o “a escolher”.

- A cada lançamento escolher alguns clientes e digital influencers de sua região para estarem visitando a loja.

 

Enfim, CRIE e OUSE, ou lamente-se.

 

Vivemos um momento ímpar, a incerteza em função da política, das eleições que aí estão, nos pedem um perseverar, um recriar constante sem igual.

Nessa semana acompanhando um de nossos representantes no interior de SP, passando em frente a uma ótica conhecida nacionalmente fomos abordados, com muita educação, por um funcionário que ofereceu limpeza para nossos óculos. Acanhados negamos, já sabendo que viria a tentativa de uma venda, mas ele persistente completou com um “é de graça”. Diante da palavra mágica aceitamos. Fomos maravilhosamente bem servidos, com a limpeza, um café, uma água, uma conversa inteligente e alguns brindes, lógico que dentro de uma sacola da loja que nos acompanhou por todo o nosso percurso pela cidade. Visão de longo prazo, orientação total para um futuro cliente. Certamente, procurarei essa ótica em minha cidade para compra de meu próximo óculos. É disso que falo, coisas simples e diferenciadas, precisarão ser implementadas, fazer mais com menos deverá ser o lema do novo varejo. Pensem nisso!

Nos próximos meses volto com novas reflexões, já estou com um assunto novo girando em minha mente... Até o próximo!

Fé e Paz!